Entenda porque o uso do celular à noite pode atrapalhar seu sono

Largar o celular na hora de ir dormir está ficando cada vez mais difícil. A gente já se acostumou tanto a ter nossos aplicativos e contatos sempre à mão que, às vezes, acaba até perdendo o sono de tanto ficar trocando mensagem no WhatsApp. A Carolina, por exemplo, já praticamente integrou o smartphone à sua rotina de sono:

Mas uma hora, o cansaço chega tanto para a Carolina quanto para o celular dela. E nessa hora, o que ela faz?

Pois é. Muita gente costuma deixar o celular carregando embaixo do travesseiro enquanto dorme. Apesar de ser conveniente ter o dispositivo por perto durante a noite, essa proximidade também pode ser bem perigosa.

A questão é que os celulares também precisam passar um tempo à sós enquanto carregam. Isso por conta da maneira como são fabricados: as baterias atuais esquentam enquanto carregam, e se elas não tiverem como deixar esse calor ir embora, podem acabar se danificando, e até mesmo colocando o dono do aparelho em risco

Mesmo que você não tenha medo de acordar com o celular pegando fogo, ainda assim é melhor não deixar o celular debaixo do travesseiro durante a noite. Porque mesmo que o seu aparelho não chegue a explodir, ainda é bem capaz que ele acabe se danificando por causa disso. E, aí, você vai precisar gastar dinheiro para trocar a bateria dele – ou até o celular todo.

Esse nosso apego com o celular não faz mal só para o aparelho, mas para nós também. Se você já sentiu dificuldade pra dormir depois de passar a noite toda na frente da telinha, saiba que não é só você: acontece que a luz que as telas de aparelhos eletrônicos emite acaba interferindo num ciclo importante do nosso corpo, e isso deixa mais difícil cair no sono.

A culpada por esse caso é a luz azul da tela do celular. Essa frequência de luz acaba enganando o nosso cérebro a achar que ainda está de dia. E, com isso, a gente tem mais dificuldade para descansar. Mas felizmente os fabricantes de celulares já estão prestanto atenção nesse problema, e incluindo recursos nos aparelhos que inibem a emissão de luz azul das telas.

E quem nunca teve dificuldade em pegar no sono depois de receber uma mensagem estranha ou ver um vídeo assustador no YouTube? As coisas que a gente vê no celular antes de dormir também acabam afetando nosso sono, e segundo a médica, podem até causar pesadelos.

Outra questão é o medo de que os celulares possam causar doenças e problemas como câncer por causa da radiação que eles emitem. Na verdade, nenhum estudo até hoje conseguiu comprovar que essa relação existe. Mas pelo que a gente já sabe de física, é melhor não correr o risco

A Carolina, que conta que já dormiu várias vezes usando o celular, não parece se preocupar muito com nenhum desses problemas.

Mesmo assim, o que a médica recomenda é que a gente procure não usar nossos aparelhos eletrônicos antes de dormir. A ideia é que a gente crie um ambiente tranquilo que já vá preparando o nosso corpo para a hora de descansar.

despertador acordar

Fonte: Olhar Digital

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *